Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

CORRUPÇAO NO BRASIL, A ORIGEM...



 

O que leva um país a ter um comportamento quase que endêmico em relação a corrupção e todas as suas mazelas?
Por que nossa gente sofre tanto com este flagelo? De onde vem este costume tão pernicioso?
            A história de um povo, o jeito em que ele foi formado muito diz de seu comportamento. Não há país do mundo que seja totalmente isento no quesito corrupção, sempre existem aqueles que querem se dar bem a qualquer custo. Os atalhos que levam as pessoas mais rapidamente da condição A ao resultado B, para alguns cidadãos do mundo é uma tentação difícil demais para ser recusada.
            O processo todo envolve o sentimento externo do sucesso, a perpetuação da própria família, a saída de uma situação constrangedora entre outras benesses. No caso do Brasil é até admitido certo grau de corrupção. Ainda existem no solo verde-amarelo alguns adeptos do rouba mais faz. Dizia-se de Paulo Maluf, no mais rico estado da federação “ele roubou, mas fez!” Este tipo de alusão dá conta de forma perfeita de como acontece na mente de muita gente no Brasil.
            Mas, como tudo começou? A família Real Portuguesa quando chegou ao Brasil permitiu que se criasse um sistema que privilegiou alguns membros da sociedade com títulos de nobreza, em pouco tempo a coroa portuguesa distribuiu mais títulos do que em toda a história da terra lusa. Em apenas oito anos D. joão nomeou 28 marqueses, oito condes, 16 viscondes e 21 barões, contra 16 marqueses, 26 condes, oito viscondes e 8 barões em 700 anos de história do outro lado do Atlântico. Estas trocas escusas duram até os dias da Lava-jato e não faz com que os políticos corem de vergonha ou tentem o ultimo artifício do suicídio, parece que para os tais e também os brasileiros isto seja algo comum e até louvável. “Se eu estivesse lá faria a mesma coisa!”
            A gravidade se dá ainda maior quando alguns membros do solo pátrio afirmam que: - “fulano é o maior trouxa, esteve na política tanto tempo e não roubou nada!” a esperteza no Brasil combina com a premissa de se obter tudo o que for necessário para alcançar o status de maioral de dono “da cocada preta” sem ter que trabalhar, ou trabalhando com eficácia o ganho fácil.
            Partidos políticos como o PT, defensor da ética e dos trabalhadores, gente que traria a mudança para seus pares não funcionou, e depois de 12 anos de governo estão atolados até o cepo da alma na lama da corrupção.
Continua amanhã.

Haroldo Ribeiro

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade