Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

TIMIDEZ











Os tempos de ensino médio são mágicos, a escola não é só um lugar de formação, os amigos vêm aos montes,
 são difíceis de esquecer, marcam com alegria, marcam com dor. Dor intensa na alma, quando na despedida.

Tem gente que quando pequena fala pelos cotovelos, quando crescem , porém, sei lá parece que dá um branco, pra conseguir namoro então, nem falar!!! É mortal, dá um frio, a pessoa muda de assunto, todo mundo vê que o cara ta afim da mina, mas... e pra falar meu!

Assim era um cara lá da escola, o nome dele era Pedro, nunca tive um amigo melhor, mano o cara sabia de tudo, era o melhor aluno da classe, eu! Eu era até bom, nem precisava muito de estudar que tirava uma nota boa, mas o Pedro era O Cara! Um dia rolou um papo 10 dele comigo, ele me disse meio baixo que tava afim de uma mina lá da escola, bicho! Vou te dizer que fiquei assustado, sabe aquele cara que não demonstrava sentimentos! Era ele mesmo.

Depois da aula a gente foi numa lanchonete na esquina e ele me disse tudo, mas meu! Eu tive a maior... sei lá eu fiquei meio pah!, não tenho como falar...véio! o cara gostava da Marcelânia, a menina mais bonita da escola, deu pra sacar! Além do mais, a mina só andava com “Guarda-roupa”, aqueles caras saradões de academia movidos a muito anabolizantes sacou! Ele chegou pra mim e disparou:

- Sony, eu sempre gostei dessa garota, não sou do tipo que ela gosta, não tenho músculos, gosto de estudar não vou pras baladas, mas to amarradão nessa menina.
- Meu irmão, eu não sabia dessa tua parada, senão tinha dado a maior força...
- Não... não...não, fala nada pra ela, deixa tudo ficar como tá.

Depois dessa conversa, pensei dia e noite em como ajudar o meu amigo, mas não via jeito até que um dia a coisa aconteceu sem que eu precisasse agir.

A mina tava do meu lado conversando com uma amiga dela, dizendo que estava cansada de gente sem futuro e com a cabeça oca, se ela descobrisse que alguém de valor estava gostando dela, ela ia pular de cabeça no relacionamento. Era o que eu precisava para armar tudo.

Mandei uma carta pra ela em nome do meu amigo, usei muito o corretor do Windows, eu erro demais no português, depois que fiz a carta ainda dei pra professora Cecília, que deu os retoques finais. Disse que tava esperando o Pedro às 17 horas na lanchonete, e na carta mandei ela chegar as 17h30min, liguei pro celular do Pedro dizendo que ia chegar mais tarde, e na verdade eu tava lá também, só que ele não me via.

Fiquei na expectativa, só de longe olhando pra ver o que acontecia Na hora certa a mina apareceu. Mano! Eu não tava perto, mas dava pra ver que o cara ficou amarelo verde, as cores da bandeira do Brasil e dos Estados Unidos juntas. Depois ele me disse o que rolou.

Ela sentou e conversou com ele, disse que ficou feliz com a carta, ele não desmentiu. Ela perguntou se realmente ele gostava dela, ele disse que sim e há muito tempo. Aí os dois saíram, foram até a praça e se despediram segundo o que o Pedro me disse ela tava na dele e a coisa ia rolar com certeza. O cara era todo felicidades.

Tinha um cara na escola, o Tyson, gostava de zuar com os mais quietos, malhava pra caramba, tinha um corpo de pitbull, e sem motivo não gostava do Pedro, de vez em quando o cara dava uma imprensada no meu brother, falava um monte de besteiras. O Pedro não falava nada, tinha gente que ficava dando risadas, Pedro sempre se saia bem, parecia não ligar, mas tava fervendo por dentro. O Tyson disse pro meu brother, uma coisa esquisita:

- Ai meu, fica esperto, não gosto de gente como você, pra mim se é lixo valeu!E tem mais, tu não vai consegui nada sem antes passar pela minha mão. Estas palavras não faziam sentido, naquele momento para o Pedro. Quando ele encontrou com a Marcelânea tudo parece que começava a tomar sentido, rolou o maior clima entre os dois, o cara agora tava no céu, a mina disse pra ele que não queria mais saber dos pitbulls da escola, gente descomprometida, pra ela agora não ia rolar.

Mas veio! Sempre tem que acontecer uma coisa ruim num momento bom, o Tyson entrou na lanchonete. Quando o cara viu a Marcelânea com o Pedro no maior Love, de boa, rolou confusão. O Tyson bateu com força na mesa e disse: - olha aí mano esta aqui você pode até catá, mas já passou pela minha mão, e tem mais cuidado comigo valeu!

O Pedro me contou tudo, tava tudo muito bem gravado na mente dele, aí ele me contou o que rolou depois. Ele tomou coragem e perguntou pra Marcelânea o que havia acontecido, então veio o pior, ela revelou que o Tysom teve um caso com ela, e o negócio foi mais longe, ela disse que foi fundo no negócio e que havia perdido a virgindade com ele.

De boa, o mundo do meu brother caiu veio, o cara ficou arrasadão, eu não podia falar nada pro mano fiquei ali parado com cara de trouxa, sem dizer nada, mas também o que eu ia dizer numa hora dessa. Nada!

Dizem que o tempo cura tudo, com o Pedro parecia que tava tudo indo por este caminho, mas eu pensei, o cara sempre foi quieto, não demonstrava sentimento, foi então que aconteceu um fato que iria mudar tudo, chegou na cidade uma menina nova filha de militar, gente boa, não gostava muito de falar, ou então era encabulada como o meu mano Pedro.

Comecei a especular e fiz o mesmo esquema que aproximou o Pedro da Marcelânea, o nome da novata era Cristina. Marquei um encontro com os dois na lanchonete de sempre e ele nem se ligou que era treta minha, ficou me esperando como sempre e quem chegou lá foi a Cristina.

Ele me disse depois, que ligou uma coisa com a outra e queria me matar, mas a coisa foi acontecendo e ele ficou num dilema sem fim, a mina também gostou dele, entre os dois rolou um papo cabeça, ela era inteligente demais, e via no Pedro um cara de futuro.

Fiquei sabendo uns tempos depois que a Marcelânea tava maluca pelo cara e agora a tal de Cristina, também tava gostando do brother. Mano a Marcelânea chegou até mesmo a chorar, dá pra acreditar veio!

O Pedro chegou pra mim e falou:
Sony, você é o melhor amigo que eu tenho você sabe que até bem pouco tempo eu não tinha ninguém e me considerava alguém que não ia conseguir nada nunca, agora estou dividido entre estas duas meninas, não estou preparado pra tomar esta decisão, por isso vim falar com você. me ajude! O que você me aconselha fico com a Marcelânea, mesmo sabendo que ela foi a primeira transa do Tyson, meu pior inimigo, tento alguma coisa com a Cristina que é decente e virgem, ou não fico com ninguém e sigo minha vida. O que devo fazer?

O cara me bombardeou com esta pergunta, tava sem cabeça pra responder na hora, por isso peço a ajuda pra você internauta, o que você acha que meu amigo deve fazer?

1 – Ficar com a Marcelânea, mesmo sabendo que vai ser zoado pelo Tyson?
2 – Tentar um namoro com a Cristina, uma mina decente que ainda é virgem?
3 – Não ficar com ninguém e pensar só nos estudos, pois o namoro atrapalha?

Responda na enquete deste site e depois confira o resultado escolhido.

Haroldo Ribeiro


.

Um comentário:

Comente com responsabilidade