Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

UMA AULA DE BOAS MANEIRAS

  

  Não dá mais pra viver no isolamento,somos seres sociais e precisamos estar em comunidade, com facilidade nos apegamos a quem está próximo a nós.

       Assistindo aos realites shows como o BBB e A fazenda vemos pessoas até então anônimas umas das outras tendo que estarem juntas dividindo o mesmo espaço, o que as tornam intimas e até certo ponto com vínculos próximos ao familiares (aparentados globais), termo que criei para designar tal relação muito comum hoje em dia.
Estes parentes estão aumentando cada dia mais e são turbinados pelas relações que forma iniciadas pelas emissoras de rádio que transformam vozes de pessoas não conhecidas como próximas, leve-se em conta o caso de Lombardi da rede SBT, uma voz anônima por muitos anos, que só o dano da morte teve poder para revelar. O fato tem se tornado mais sério do que podemos imaginar, pois através dos sites de relacionamentos e salas de bate papo a aproximação se torna só uma questão de tempo.
       Como não conseguimos viver sós, deduz-se que precisamos de todas as pessoas formando assim uma grande rede de dependência global para tornar a vida no campo de guerra terrestre melhor e menos desgastante. Vivemos comportamentos humanos que beiram a barreira da ignorância e incompreensão. Alguns pensam que são melhores do que os outros. Já fui testemunha ocular de gente que não dá bom dia pra ninguém, uns verdadeiros maus educados, gente vip, que pensa ser dona do mundo.
    Outro subtipo de personagem semelhante a este é aquele que faz distinção de status social, não cumprimenta, faxineiras, garis ou empregados em geral, numa imensa demostração de falta de caráter.
Há ainda um caso mais grave que consiste na separação das pessoas pela coloração da pele, neste por menor incluem-se os negros e índios, num absurdo que chega a causar indignação. Ouvi de uma professora que na escola onde lecionava uma outra amiga de profissão simplesmente não tomava agua no mesmo copo que ela pelo fato da cor de sua pele. Absurdo!
       Não vou me aprofundar no assunto, que é muito extenso, entretanto cabe ressaltar que todos nós iremos para o mesmo buraco, os que forem enterrados em Humaitá serão comidos elos bichos que estão nos dois cemitérios da cidade, ou melhor ainda, pelos vermes que já se encontram dento de nós, esperando o dia final para se manisfestar.
      Outra informação que vale a pena ressaltar é a igualdade da cor no sangue de todos nós, embora alguns há que são chamados de “sangue azul”, o jargão óô serve mesmo de enfeite, pois o vermelho habita o interior de todos nós sem exceção. Estas questões enumeradas aqui são tão mesquinhas que gostaria de crer que nunca mais teria que comentá-las, entretanto não sou esperançoso quanto a estas atitudes humanas, ou melhor desumanas.
    Peço-te querido web leitor que seja você um fator diferencial, aquele que não vai permitir que estes absurdos venham a fazer parte de sua rotina de vida, nós já avançamos muito para que estas coisas nos impeça de sermos felizes.



Haroldo Ribeiro
www.amazontime.com




.

Um comentário:

  1. aproveite para discutir as grandes questões, vamos trabalhar juntos mande sua sugestão de matéria ou envie a sua mesma para haroldo.brother@hotmail.com obrigado!

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade