Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

sábado, 27 de agosto de 2011

AVES DE RAPINAS


O mundo globalizado manifesta culturas,
economias, políticas e fatos sociais múltiplos e ao mesmo tempo contraditórios daquilo que propõe o sistema capitalista em uma visão social democrata e pautada na construção de uma sociedade de bem estar social. Este modelo permite a sustentação de poucos países ricos e a maioria pobre, e no interior das sociedades uma divisão excludente e ao mesmo tempo disfarçada em camadas ou extratos sociais desenhada em uma pirâmide etária da desigualdade social: ricos, intermediários e pobres, isto é sem falar dos mendigos ou indigentes que no Brasil passa dos oito milhões, e assim conta-se nos dedos os políticos sérios. O legislativo em sua maioria débil e irresponsável com o que é público, sem nenhum compromisso com o social, e como a maioria da população é carente e desassistida pelo poder público, esses políticos são verdadeiros primitivos, este foi o legado das elites do Brasil colônia na figura dos antigos barões de café e dos coronéis de barranco, acostumado com o voto de cabresto, e dos currais eleitorais controlada pela força do poder e pela miséria da população.
Para que serve o legislativo municipal? Qual o papel do legislativo diante da sociedade? Como pode um legislador ter vencimentos de 3.000 mil reais e desfrutar de um padrão de vida de quem tem salário de 20 a 30 mil reais mensais, que magia! São todos exímios doutores da multiplicação dos pães. Afinal para que serve mesmo o legislativo?  Respondo: Para exercê-lo o papel de subserviente, alugar carros, barcos e pontos comerciais ao executivo em nome de laranjas, alem do nepotismo, e trocas de favores interpessoais entre amigos e parentes dos poderes executivos e legislativos, sem falar das notas fiscais, das licitações espúrias que usam amigos e parentes na condição de laranja. A população sabe disso!
Porque a população não sabe quanto se gasta no executivo e no legislativo? Qual o valor destinado para: Educação? Saúde? Segurança? Agricultura? Existe o diário oficial do município você conhece! Você já leu? Você na qualidade de cidadão tem o direito a ter essas informações. Conforme a Carta Magma de 1988 em seu Artigo 5º inciso XXXIII “Todos tem direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral...” 
Porque nossos representantes não criam um diário oficial mostrando o que recebe e o que gasta, ou seja, receita, despesa, e notas fiscais, o numero de funcionários efetivos e contratados, porque não fazer concurso público para o legislativo. Isto sim seria transparência e respeito pelos seus concidadãos. Porque o legislativo não discute o Plano Diretor da cidade com a sociedade organizada? Porque não exige a criação dos conselhos (educação, saúde, cidade, segurança etc), o legislativo não discute os caminhos e as soluções para geração de emprego e renda? Porque o legislativo não cria um decreto ou projeto de lei determinando a cada ano a semana da transparência, envolvendo debate com todos os seguimentos da sociedade.
Porque o legislativo não discute os problemas e o caos social da saúde, da educação, e do combate as drogas que assolam nossos jovens? Porque o legislativo não discute com a sociedade organizada o saneamento básico, por que nossa água não recebe tratamento antes de chegar até aos consumidores. A final o que faz um vereador leigo, subserviente e inoperante?  O legislativo não conhece as características dos Direitos humanos: Universal, Natural, Inalienáveis, invioláveis, obrigatórios e indivisíveis. Será que conhecem as diversas gerações dos direitos tais como: Direitos Civis e Políticos, Direitos Econômicos e Sociais, Direitos de solidariedade.
                               Pergunto?  Porque a sociedade não pode saber a verdade? Que modelo de sociedade desejamos?
                               A sociedade Espartana ou a Sociedade Ateniense?  A de homens livres ou de homens subservientes?
                   A dos ricos ou a dos miseráveis? A democrática ou a despótica?
      Sem medo de ser feliz... 

        Professor de Geografia: José Bertino Filho -bertino.jose@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade