Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

"Emprego este é o nosso maior problema" Sidney Temo

“O maior problema da cidade de Humaitá é a falta de emprego”.


Assim falou Sidney Temo um dos mais polêmicos políticos da cidade em entrevista ao Amazontime nesta semana.
Não fizemos perguntas diretas, apenas pedimos ao vereador da oposição que falasse a respeito de Humaitá e suas vocações para o progresso. Confira as palavras do parlamentar abaixo:

Humaitá é uma cidade que expulsa seus filhos, sem emprego eles vão embora, e com um detalhe... Antes exportávamos mão de obra desqualificada, agora mandamos embora gente formada, e,  em boas universidades, isto é constrangedor.
Se formos levar em conta o desenvolvimento que deveríamos ter em todos estes anos, principalmente nos últimos chegaríamos à conclusão de que a cidade já deveria ter mais de 100 mil pessoas, da década em que me formei, nos anos 80, não consigo enxergar na cidade ninguém, todos foram embora.
Eu costumo falar aos professores da UFAM e UEA que nós já somos uma cidade universitária, e por isso precisamos formar um núcleo de inteligência, para podermos conduzir o nosso destino e descobrir as nossas vocações econômicas.
Nós precisamos de estradas, esta BR 319 tem que sair, ela é importante para nós, ela vai nos levar a um grande desenvolvimento, Além disso, precisamos de energia de qualidade e ela vai chegar a Humaitá, com certeza. Quando as duas hidrelétricas forem inauguradas elas deverão chegar ao interior justamente para poder alavancar a economia do interior.
Humaitá está na porta de Rondônia. O Sabino me disse que estão fazendo uma união de toda bancada do Amazonas se aliando a bancada de Rondônia para priorizar a vinda de energia pra cá.
Temos que investir no setor primário, sem investir no setor primário não tem como se alavancar o desenvolvimento.  Nenhum município, estado ou nação desenvolve de cima pra baixo, o desenvolvimento começa pela base, e a base é o setor primário... Se nós tivermos aqui estradas, uma universidade forte, energia de qualidade e investirmos no setor primário então chegará a vez de quem estiver no governo e possuir a qualidade necessária para administrar desenvolver de verdade o município.
Se nós tivermos tudo isso poderemos fazer parceria com núcleos de inteligência coisa que o Roberto Rui não fez e o Dedei também não está fazendo. Temos duas universidades aqui com mão de obra qualificada a baixo custo para poder alavancar o setor primário, eu estive agora reunido com dois professores doutores da UFAM e mais um mestre e dois professores da UEA, eles querem fazer uma parceria com o município, eles querem aplicar os seus conhecimentos no município... Eu estava lendo ultimamente uma revista da EMBRAPA, e segundo pesquisas do órgão, estas terras das várzeas do Rio Madeira é uma das terras mais férteis do planeta, eles falam num tom de brincadeira, dizendo que se plantar dinheiro por lá dá, ela é tão rica assim por receber material sedimentado que faz a renovação fecundidade do solo todos os anos. Nós precisamos, portanto de apoio ao setor primário.
Nós temos que fomentar a atividade nos limites do município para poder mostrar ao governo, tanto estadual como federal que a região é extremamente viável, precisamos seguir o exemplo de crescimento vindo do Paraná, porque os municípios de lá crescem? Porque há uma diferença muito grande na distribuição de renda. O estado do Paraná tem orçamento democrático e participativo. Quando as cidades se planejam eles já sabem quanto terão para usar vindo do governo do estado. Há reuniões entre prefeitos e vereadores bem como a população e então se decide o melhor rumo a tomar.
Nos que somos os maiores privilegiados ou prejudicados é que temos que dizer ao governo onde deve investir e não o contrário! Aqui no nosso estado 70% fica com Manaus e apenas 30% vem para o interior e tudo é feito sob rubrica genérica, ou seja, quem decide onde deverá ser investido o recurso é o governador.
Com o Omar a coisa vai ser diferente, pois em primeiro momento ele ainda está seguindo o que deixou o Eduardo, porém em 2012 ele deverá começar a consultar os prefeitos e população sobre onde investir os recursos públicos.
Geralmente os candidatos prometem mundos e fundos, mas quando assumem acabam percebendo que o orçamento não dá para fazer o que prometeram aí vem o desgaste, creio que o homem público deve trabalhar com a realidade, aí sim deverá ter sucesso em tudo o que faz para o bem de sua gente.  

Sidney Temo é vereador e professor da rede pública do estado, atualmente é um dos parlamentares mais combativos da cidade.

Haroldo Ribeiro
www.amazontime.com



3 comentários:

  1. E isso ai Sidney,so falta ser prefeito agora mostra o teu valor tamos com tigo.

    ResponderExcluir
  2. "O maior problema da cidade de Humaitá é a CORRUPÇÃO." O HEREGE

    ResponderExcluir
  3. CURRUPÇÃO ta nesse governo que ta ai esse e fera não tem quem ganhe pra ele.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade