Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

OPERAÇÃO NA TRANSAMAZÔNICA!



Saudações rurais e ambientais!


AS CONDIÇÕES DE BAIXA GOVERNANÇA, SITUAÇÃO FUNDIÁRIA INDEFINIDA E PRESSÃO DE OCUPAÇÃO DA TERRA ATRAVÉS DE ESTRADAS NÃO OFICIAIS PROPICIAM UM CENÁRIO IDEAL PARA O AVANÇO DO DESMATAMENTO NA REGIÃO SUL DO AMAZONAS. Ou seja, a ausência de órgãos públicos como o próprio IBAMA; que faz somente fiscalização, porem todos sabem que não é apenas essa a função do IBAMA, que se resume em operações pontuais, será que isso diminui o desmatamento, e imagine quando passar algumas funções para o IPAAM; um órgão com pouca ou quase nada de infra-estrutura e mão-de-obra, FUNAI; se resume em cuidar de povos indígenas achando que o povo brasileiro deve algo aos mesmos, porem, se tem alguém que deve é o poder publico, e se submete até permitir cobrar pedágio ou concessão ao povo brasileiro, que já paga muitos impostos, um pedágio INCONSTITUCIONAL, negando ao povo brasileiro o direito de ir e vir e ninguém fala nada! QUE TAMBÉM SERÃO AFETADOS PORQUE SUAS ARRECAÇÕES DO PEDAGIO VÃO TAMBÉM DESPENCAR.
Quando se fala em LEGISLAÇÃO BRASILEIRA, é para todos!
E não é uma OPERAÇÃO ou FISCALIZAÇÃO que vai resolver a questão ambiental e agraria do Amazonas.
PRECISAMOS DE TODOS OS ÓRGÃOS PRESENTES, ATUANTES E QUE TRABALHEM INTEGRALIZADOS, e o que é pior é uma questão de POLITICAS PUBLICAS, que justamente nossos políticos amazonenses e brasileiros não o fazem!
Fico alegre e ao mesmo tempo triste pela operação, porque sou BRASILEIRO, quem sempre vai penar é o povo mais humilde e trabalhador, e a economia do distrito do Matupi ou 180 vai despencar, uma pena!
PRECISAMOS MAIS DO QUE UMA OPERAÇÃO PONTUAL para diminuir os Problemas do 180, daqui a 90 dias, eles vão embora, pois eles só fazem o trabalho deles, são pagos para isso, não tem compromisso algum com o desenvolvimento ou não da região.
Nós não, temos e muito, somos daqui, e vamos morrer aqui tentando apontar as POSSIVEIS SOLUÇÕES, para esse debate que todos fogem da discussão, que É TERRA, INDIO e MEIO AMBIENTE.
PODEMOS VIVER E TRABALHAR EM HARMONIA DESDE QUE UM RESPEITE O DIREITO DO OUTRO!
Att,
Têres Fabrício

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade