Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Depois do Carnaval, Brasil zen, tentando engrenar de novo



            O Brasil é assim, o Carnaval passa e parece que bate
uma onda zen na população, um relaxamento fora do normal, além desta paralisia com jeito de rede preguiçosa, água de coco e nada para fazer, ainda bate uma pindaíba violenta no bolso de quem não foi escolhido para ganhar dinheiro na festa.
            Quando se fala em locai s como Humaitá no amazonas a coisa fica ainda pior, pois numa cidade pequena como esta o pouco que circula fica nas latas de cerveja, nos abadás, nos bares, baladas e extravagâncias, na quarta-feira resta às cinzas para muita gente que depende da circulação de dinheiro para sobreviver.
            A situação só começa a mudar quando o novo mês desponta, nos meados de março há um respirar de alívio e a Terra Brasilis parece que retorna ao seu eixo. Está na hora de começarmos a rever essa história toda e avançarmos para um futuro de trabalho e dedicação, pilares de uma nação que quer ser grande.
            Grande mesmo é o valor dado às escolas de samba em São Paulo; por lá o Kassab despejou 24 milhões em dinheiro público para fazer um carnaval semelhante ao do Rio de Janeiro, enquanto isso há milhares de famílias que dormem ao relento em São José dos Campos e mesmo em São Paulo, por conta de despejos que fazem a missão de Robin Hood ao contrário, por lá se tira dos pobres para dar aos endinheirados.
            No fim das contas quem pula o carnaval de verdade são os ricos e os pobres, como sempre, são aqueles que dançam, não só no carnaval, mas no ano inteirinho.

Haroldo Ribeiro


.


Um comentário:

  1. Você falou a mais pura verdade, agora é que realmente o ano vai começar, depois de encher os bolsos dos ricos e esvaziar o dos pobres. Esses 24 milhões com certeza ia ajudar os despejados de SP e ainda dava pra ajudar nossos irmãos-vizinhos do Acre.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade