Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

domingo, 3 de junho de 2012

Sem teto invadem mais uma propriedade, prefeitura propões solução



            Para muitos Já está virando uma coisa orquestrada,
com a proximidade das eleições muitos ditos sem terra tem se aproveitado da ocasião para invadir propriedades na cidade, agora chegou a vez do sítio pertencente a família do Dr. Ubiratã.

 Vários invasores foram até a propriedade da família do advogado e invadiram o local. Testemunhas indicam que na hora da invasão muitas pessoas que já têm terrenos na cidade estavam no meio do movimento infiltrados, alguns já têm inclusive casas alugadas e aproveitam para aumentar as suas posses.


            Preocupados com a onda de invasões os chefes do executivo e legislativo da cidade fizeram uma reunião onde prometeram resolver o problema, é inegável que no meio do grupo que é bastante numeroso não existam os que precisam realmente das terras, mas os aproveitadores de plantão também fazem parte do contingente que quer sair no lucro.
            Entre os que reivindicavam estavam gente simples que realmente não tem onde morar, mas, tudo indica que a estratégia de quem pensou em se dar bem vai por água abaixo, na reunião feita com os sem teto, o prefeito da cidade, Dedei Lobo, disse que só os que fizerem um cadastro com CPF e RG poderão ser inscrito no novo loteamento que deverá ser adquirido com recursos da prefeitura e de forma parcelada.
            O Dr. Ubiratam fez questão de falar a todos que não fazia caso de atender aos sem teto e que só estava negociando por respeito ao prefeito da cidade e que aceita negociar somente com a prefeitura.
            Entre os sem teto alguns tiveram a oportunidade de falar:
Mariza Pereira: “Ninguém veio para brigar, vamos dar o nosso documento para o cadastramento”.
Jônatas Araújo: “Precisamos realmente de um lar, queremos só um lugar para morar, temos na cidade muitas construções, mas todas já têm dono”.
Eliseu Amorim: “Este é um povo carente que precisa de moradia, precisamos de um prefeito que esteja junto com o povo, temos famílias em que vários membros e estão todos num cômodo só”
Pr Guacir, Assembléia de Deus Tradicional:
“Sou pastor da AD Tradicional, em minha igreja ouço muitos orando pedindo a Deus uma casa, me senti envergonhado quando fomos tratados como bandidos por gente que chegou lá falando palavrão e trazendo a polícia para nós, eu mesmo fui até a prefeitura pedir um terreno para a igreja, mas não fui atendido, me mandavam ir muitas vezes até que eu resolvi comprar um lote no Nova Esperança, paguei 700 reis num terreno viajei e quando voltei ele já tinha outro dono”

            Dedei Lobo deu duas opções para a solução do impasse, a compra total do terreno e a parcial onde a prefeitura iria adquirir somente a metade para assentar os sem teto sendo que a outra metade ficaria com os proprietários para que vendessem os lotes, esta última foi aceita pelos herdeiros, também ressaltou que a época não é das melhores, pois o processo político está próximo e tudo pode ser considerado como estratégia de compra de votos.
Para evitar que gente que já tem propriedades na cidade venha a desfrutar dos benefícios de um terreno em condições mais que favoráveis, foi proposto que todos viessem até no máximo 15h00min, no Ginásio da Escola Irmã Carmem onde a reunião estava ocorrendo para se fazer um cadastramento dos interessados.

Haroldo Ribeiro

.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade