Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

segunda-feira, 12 de março de 2012

Ele foi morto numa reunião política


            Praias paradisíacas, turismo
sempre em alta, um dos locais onde é mais fácil achar uma grande celebridade do show bizz bem perto, pois o Guarujá é reconhecidamente um lugar fascinante, porém não é só por isso que acidade é conhecida, o mundo político, ou melhor, o submundo político envolve muita disputa, tramas e morte. Desde 97 cinco crimes envolvendo grandes nomes da política da cidade que perderam a vida de forma brutal em assassinatos, que podem ter origem em círculos regados a uísque e conchavos políticos.
            Em 26 de novembro de 2010, Luis Carlos Romazzini do PT, foi executado com cinco tiros, ele morava em Vicente de Carvalho, Distrito de Guarujá, na época três homens armados invadiram seu imóvel e levaram sua vida.  Dois anos antes, Willians Andrade Silva do PP, morreu vítima de dois homens armados que o abordaram numa moto, ele foi executado num dos maiores cartões postais do Guarujá, a Praia da Enseada.
            Em 2001 foi a vez de Ernesto Pereira do PTN, também vereador, ele tinha 38 anos e foi vitimado com 12 disparos próximo à sua casa no condomínio, ele estava no seu segundo mandato e foi o terceiro em número de votos naquele pleito. Em 1997 começava a saga malígna de mortes com o vereador Orlando Falcão que foi morto a tiros quando freqüentava um bar.
            2012, noite de quinta-feira, 08 de março, foi a vez de Ricardo Joaquim, ele por muito tempo foi o nome forte da administração da atual prefeita Maria Antonieta de Brito,  mas precisou ficar um tempo fora da articulação política por ter passado por um pequena cirurgia. Como era um grande político membro do PPL ele estava participando de uma reunião de seu partido para tomadas de decisões em relação ao pleito que se aproxima, quando um homem corpulento usando um capacete efetuou cinco disparos, presenciaram a execução dezenas de pessoas que participavam da reunião, verificou-se que a armada usada no assassinato é[] de uso exclusivo das forças armadas. As motivações para o episódio sinistro podem ser de outras origens, mas uma motivação política não pode ser descartada de forma alguma.
            O Guarujá segue seu apogeu de glamour e fama, porém nas entranhas do mundo político, as trevas da morte podem fazer uma nova vítima a qualquer momento.

Haroldo Ribeiro
imagem: novomilenio.inf.br

.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade