Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Foi filmado pela câmera e acabou indo em cana!


            A tecnologia, sem dúvida tem agido em favor
da elucidação de crimes, dos mais comuns até aos mais sofisticados e bem planejados. Bandidos incautos têm sido presos todos os dias vítimas de um sistema de controle de imagens cada vez mais moderno e cheio de recursos.
            A bicicleta é um dos meios de transporte mais utilizados pela população da cidade, com o crescimento da área urbana ela vem sendo mais do que necessária ao deslocamento de pessoas, embora seja um transporte bastante barato, para adquirir uma o usuário deve ter pelo menos 300 reais para comprar um modelo razoável, alguns fazem financiamento para pagar a aquisição em suaves prestações, o que eleva o preço do produto para quase o dobro. Os ladrões de bicicletas não estão nem aí para o preço pago, furtar bicicletas é uma das formas mais fáceis para quem quer drogar-se e não tem dinheiro para tal.
            Micélio dos Santos de 22 anos, possivelmente é um dos usuários de drogas e que não conta com recurso para adquirir o vício, ele furtou uma bicicleta vermelha, modelo Poti, a mais roubada, do estacionamento do Super Mercado Tchê, sem saber o ladrão foi flagrado pelas câmaras de segurança e foi imediatamente reconhecido, assim, como um pop star do crime, sendo protagonista principal de um pequeno vídeo de ação, Micélio recebeu a visita inesperada em sua casa, mas não era de fãs, pela excelente atuação no vídeo gravado, mas sim a polícia que veio efetuar sua prisão. Ao ser inquirido sobre o paradeiro da bike, o artista disse ter passado o produto para Ivanei dos Santos da Silva, Cidinho. Ele levou os policiais até a residência do receptador e lá foi encontrada a bicicleta, porém o novo dono ilegal não estava por  lá.
            A viatura comandada pelo Soldado PM A. Oliveira levou Micélio e o produto do crime a até a 8ª DRPC, onde o ladrão foi autuado por furto e a dona do veículo roubado foi acionada para resgatar seu meio de transporte, assim mais um filme da vida real teve um final feliz, para a dona da bicicleta e um triste fim para o ladrão. O crime não compensa!


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade