Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

domingo, 29 de janeiro de 2012

Separados à bala



           Amor e ódio podem caminhar lado a lado
de forma imperceptível, quando os sentimentos adversos operam de forma visível é bom tomar cuidado, pois as ameaças podem tornar-se realidade. No km 70 da estrada de Porto Velho um rapaz, Francinei nutria um forte sentimento por uma moça do local. Antes de converter-se ao cristianismo ele viva dando trabalho e às vezes bebia.
            O homem, Jaconias, de pouco mais de 40 anos também conhecido como Tobias, não queria que o rapaz (Francinei) voltasse a ter qualquer tipo de contato com sua enteada. Quando o rapaz decidiu-se a entregar sua vida a Cristo, a moça resolveu voltar com ele, entretanto seu padrasto não aceitava a nova condição, e por motivos não sabidos resolveu dar cabo da vida do rapaz empreendendo uma solução final, a morte.
            No sábado, 21 de janeiro Francinei estava ouvindo a palavra de Deus, na congregação da Assembléia de Deus, quem pregava era a pastora Nely Duarte, ele estava próximo à janela, seu sogro aproximou-se e o gelo da morte estava estampado em sua face, e , para não ter dúvida do resultado, chegou bem próximo de seu maior desafeto, o homem que dominara o coração da enteada. Foram quatro disparos a queima roupa, por volta das 20h30min, três atingiram o abdome e um foi certeiro no peito. Francinei sentiu o mundo girar, tentou dar alguns passos conseguiu apenas chegar até o meio do templo e desabou, estes foram os últimos passos dados por ele na terra.
            Um dono de restaurante da comunidade resolveu tentar salvar a vida do rapaz de quase trinta anos que ainda tinha alguns sinais vitais e seguiu em disparada para Porto Velho, quando avistou a balsa a morte atingiu de forma definitiva o corpo do rapaz que nunca mais viu a luz do sol e o brilho das estrelas. A polícia de Porto Velho foi acionada e chegou até a ir ao local do crime, porém o assassino fugiu e apresentou-se somente dois dias após o ocorrido na delegacia de Canutama quan do o flagrante já havia expirado.Ó ódio mais uma vez vencera o amor.


.

2 comentários:

  1. É muito esquisito e diabólico esta tipo de amor obsessivo de alguns pais pela filha e padrastos pela enteadas...hum..hum

    ResponderExcluir
  2. É muito esquisito e diabólico esta tipo de amor obsessivo de alguns pais pela filha e padrastos pela enteadas...hum..hum

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade