Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

sábado, 14 de janeiro de 2012

Terror na madrugada, dois policiais feridos, um fugitivo e uma prisão




               Madrugada de sábado num night bar em frente
à Rodoviária um grupo de pagode toca sucessos consagrados em todo o solo nacional, pessoas bebem e dançam, e tudo parece que iria acabar na normalidade, mas um fato traria o gelo da morte para pelo menos dois dos que ali estavam, ambos policiais militares que antes haviam participado de um evento no quartel. Um rapaz, aparentemente pacato e trabalhador, de 31 anos nutria uma desavença por ciúmes com um colega de profissão da companheira que é PM na cidade, segundo relatos colhidos na casa do mesmo ele recebeu dois tapas de um do policial militar, seu desafeto e por conta disso foi até sua casa e voltou armado para o local de baile e atacou sem avisar o seu ofensor, mas principalmente o amigo dele, também policial que tentou apartar a briga. Após desferir várias facadas, principalmente no amigo de seu desafeto Pedro saiu rapidamente do local e empreendeu fuga. Os policiais foram encaminhados ao Hospital e um deles, o que nada tinha a ver com a história perdeu o baço.
            Uma equipe da Policia militar foi deslocada para atender a ocorrência, eles procuravam o fugitivo e depararam-se com um amigo do agressor.

Versão de Ronaldo Menezes Dourado de 24 anos.
            - Era madrugada, quase três horas da manhã, meu amigo deu vários golpes de faca num policial e atingiu também o amigo dele. Com a confusão todos abandonaram o local de baile e eu também, como eu era amigo do Pedro fugi com medo de ser agredido, pois o fato envolvia policiais da cidade, que poderiam estar até mortos. Corri pela Rua Padre José Maria Pena e fui alcançado por uma equipe de policiais que me perguntavam sobre onde estava meu amigo, como não sabia comecei a apanhar deles desde o local até o quartel onde alguém me atingiu com uma ripa de madeira, fui preso e só liberado por intervenção do vereador Bem-te-vi, já nas primeiras horas da manhã.

Versão dos Policias que atenderam ao caso
            - Chegamos ao local e a festa já havia acabado por conta do fato terrível que ocorreu com nossos dois colegas. Como o agressor havia se evadido do local, seguimos na suposta direção que ele tomou. Na ocasião da ocorrência não havia só uma viatura destacada para o caso, mas sim mais alguns policiais. Entramos na Rua Padre José Maria Pena e soubemos que um elemento estava bêbado e na tentativa de fugir ficou agarrado numa cerca de arame farpado ao lado, nós o soltamos e o levamos preso para podermos averiguarmos sobre o paradeiro do elemento que desencadeou todo o problema, pois soubemos que o Ronaldo era amigo do agressor, nós o levamos ao Hospital e fizemos todos os procedimentos legais que o caso exigia.
            Até a tarde do dia 14 a família de Pedro estavam preocupados com ele, pois do fato que ocorreu de madrugada até aquele horário não tinham notícias do rapaz que atingiu dois policiais num surto de violência inexplicável.

2 comentários:

  1. Cadê a prefeitura.....os nossos delegados....que não tomam providencias contra alguns botecos que todo final de semana amanhecem....a praça de alimentação tá virando uma zonas

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade