Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Ele foi atingido por sete facadas e cinco tiros e não morreu


 
                A madrugada estava indo para o meio de sua jornada
, a festa principal já havia acabado, o Bonde do forró cantou suas canções e o povo foi junto e gritou extravasando a emoção, nem todos estavam na festa para se divertir, velhas rivalidades estavam presentes, um deles teria um encontro quase certo com a morte, se tudo desse certo R.M.S. de 17 anos seria sepultado na sexta-feira, mas algo deu errado e o rapaz conseguiu escapar. O fato aconteceu por volta das 3h00min de quarta-feira, 16 de maio.
Armas usadas no crime
                Segundo testemunhas que foram ouvidas no local em que tudo aconteceu em frente a UFAM nova próximo à Rodoviária,  e foi praticado por três elementos, tudo teria ocorrido por conta de um rixa antiga entre eles, R.M.S. foi atingido por sete facadas e cinco tiros e mesmo assim conseguiu escapar, para que isto acontecesse, foi primordial a atuação da equipe da PM sob o comando do Cabo Romão que prestou socorro à vítima rapidamente levando-a ao Hospital Regional de Humaitá que também  atendeu o caso com presteza estabilizando o rapaz e transferindo-o mais do que rápido para Porto Velho. A equipe da PM chegou rapidamente aonde o fato aconteceu por estar próximo, o Cabo Romão ouviu os disparos e seguiu para o lugar do barulho, lá chegando os elementos envolvidos fugiram deixando para trás as armas do crime.

Local onde tudo aconteceu
                Já na capital do estado vizinho a vítima foi socorrida e passou por cirurgia que retirou os projéteis. A maior preocupação da família era uma possível paralisia de um dos braços, por conta de uma bala que se alojou no ombro, porém com a cirurgia terminada e o artefato retirado os movimentos na área atingida voltou a mover-se para o alívio da família que esperava apreensiva pelo resultado de tudo.

Local visto por outro ângulo
                O rapaz de 17 anos não morava mais em Humaitá, vivia em Porto Velho, mas por ocasião da festa estava na cidade, por pouco ele não morreu, “o dedo de Deus livrou esta alma da morte”.

Haroldo Ribeiro
imagem do Hospital: jaruweb.com

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade