Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Tarada de Munique ataca de novo, desta vez foi um africano



            Ele chorou copiosamente após 36 horas de sexo
com uma mulher que acabara de conhecer, o caso tem tudo a ver com o de DJ Dieter S. de 43 anos que foi obrigado a manter relações sexuais com uma mulher por 5 horas seguidas, isto ocorreu no dia 09 de abril e ficou conhecido em todo o mundo, desta vez a vítima foi um homem de origem africana.
            No começo deu tudo certo e o encontro estava nos limites da normalidade, mas a coisa começou a tomar um rumo inesperado e o africano abriu o bico após quase três dias de maratona com a mulher enlouquecida pelo sexo. Depois de passar por todo este sufoco ele foi encontrado chorando e com dores no saco, a deparar-se com os policiais ele disse: “Oh Deus, foi um inferno. Não posso andar. Por favor, me ajude!”
            A outra vítima da tarada, de Munique, DJ Dieter, disse que a mulher de 47 anos o fez de escravo sexual, ele  conheceu a tarada num pub no distrito de Ludwigsvorstadt, em Munique, como ela parecia bastante atraente ele seguiu os seus instintos e foi com a pervertida ao seu quarto. Após a terceira rodada de sexo Dieter foi a nocaute, ela o trancou no quarto e exigiu mais algumas doses de carinho para que ele fosse liberado, um seqüestro, mesmo sem forças para mais nada o galego ainda conseguiu resistir mais cinco rounds e quando a mulher dormiu ele chamou a polícia que o resgatou.
            Quando os homens da lei da Alemanha chegaram a mulher ainda propôs que eles também entrassem na brincadeira, pois ela ainda tinha borogodó para mais vezes, ignorando os chamados da louca do sexo os policiais a levaram a Delegacia e resgataram o pobre homem que já não agüentava mais nada.
            A mulher foi levada presa, mas liberada em seguida, o alemão vai processá-la por coerção sexual e tudo indica que ela deverá passar por avaliação psiquiátrica, como prevenção é melhor que a profissional seja uma mulher. Vai que...

Haroldo Ribeiro
imagem meramente ilustrativa: meuslivros.weblog.com.pt

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade