Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Aprendendo sexo com uma prostituta, "o rabo balança o cachorro"



A pouca vergonha e a baixaria estão em alta,
o que é certo parece que está indo pro buraco, tudo o que foi ensinado pelas gerações passadas e que deu certo tem sido paulatinamente abandonado. Em seu livro, “O doce veneno do escorpião”, Bruna Surfistinha ensina como as mulheres devem fazer na cama para atrair suas presas.
Na verdade o que está sendo visto é o rabo abanando o cachorro, uma total inversão de valores. Longe do “glamour” mostrado nas redes de televisão, que mostram prostitutas de luxo indo para seus programas em carros de luxo, a verdade é que a maioria delas vão para a morte todos os dias, as estatísticas demonstram isto.
Elas são o alvo preferido pelos serial killers, também são as maiores vítimas de estupro, violência e doenças venéreas. Se elas têm alguma coisa para ensinar, com certeza é de ser mal tratadas, escorraçadas e aviltadas.
A maioria delas não gosta do que faz, são viciadas em drogas para agüentar os programas e mais programas nas noitadas das grandes capitais. São feitas de escravas por exploradores, outras prostitutas ou cafetões da noite que pegam mais da metade do faturamento para quitar as despesas de quarto e outras coisas mais.  
Talvez o único mérito que Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha, tenha seja de escrever tanto em blog quanto em livro, assessorada por uma jornalista, suas ideias e estratégias. Como a prostituição infelizmente causa um certo fascínio em diversas pessoas isto a ajudou ter mais popularidade ainda, vindo inclusive a virar um filme contando a história que a tornou famosa e até ir para o realite show “A Fazenda” da Record,.
A mulher que tem princípios e prima ainda pela moral, produto tão vilipendiado nos bancos universitários de todo o Brasil tem em, Samantha Moraes ( Depois do Escorpião: uma História de Amor, Sexo e Traição; 1ª edição, 120 páginas; editora Seoman; 2006) uma redenção bem arquitetada e é uma resposta a Bruna Surfistinha e todo os que comem em sua mesa suja e sem regras. Ela é a mulher que teve seu marido atraído pelas “garras do escorpião”, Bruna e que foi descoberto no programa do Jô, se passando por outra pessoa.
O mundo moderno é assim. Valoriza o que não presta e despreza o que tem valor, quem quiser aprender a fazer sexo com mais criatividade ou destreza compre um livro de autores de valor e que saibam as implicações médicas, psicológicas e sociais do sexo em sua atividade, ler Bruna Surfistinha é a mesma coisa que aprender economia com ladrões de banco, é o cúmulo do absurdo!


imagem: fotosimagens.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade