Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Após 30 dias de investigação PM prende a Princesa do pó



        Uma Operação sigilosa da PM acabou prendendo
dois traficantes que atuavam no Bairro de São Cristóvão vendendo pedras de crack no varejo através do Ligue-drogas expresso. O monitoramento da área já estava sendo feito pela Polícia Militar da cidade, o local do São Cristóvão fica na Rua Municipal II na altura do número 2399.

        Maria Marly Costa da Silva de 39 anos, mais conhecida como “Princesa”, foi flagrada vendendo drogas na noite de quarta-feira, dia 25 de julho. Cumprindo um serviço remunerado com pedra sobre pedra, Marcelo Henrique Araújo de 22 anos ia e vinha da festa de São Cristóvão levando pedra e trazendo dinheiro, o acordo era que a cada dez pedras vendidas, cinco ficariam de posse do “avião” para que ele se adiantasse, cada maldita era comercializada por 10 reais.
        Sem saber que estavam sendo vistos os dois sócios do pó estavam começando a faturar alto. Os policiais para obterem êxito na ação tiveram que abrir mão da farda e infiltraram-se no meio do povo como civis comuns. Eles até foram abordados por vendedores do veneno do mal, mas quando percebiam que eram policiais alguns se evadiam com rapidez e medo.
        Após mais de 30 dias de constante observação à hora tão esperada chegou, três policiais comandados pelo Cabo Veras ficaram em frente à casa da Princesa do Pó esperando o momento certo de agir. Quando “Marcelinho” voltou do festejo com mais dinheiro e sede de “vencer na vida” pelo esforço, imediatamente recebeu voz de prisão, não podendo fazer mais nada ele acompanhou os homens da lei que invadiram a casa em que eram comercializadas as drogas, no meio do caminho, uma usuária foi detida para averiguação, F.M.L. de 18 anos, mãe de três filhos é soro positiva que tem AIDS há mais de cinco meses, droga-se para esquecer a desventura da vida, segundo ela.
        Quando entraram na casa de Princesa, a polícia notou que ela escondeu rapidamente um conteúdo suspeito dentro de um compartimento de seu guarda-roupa. No local em que deveriam estar só calcinhas da mulher, grávida de 5 meses, havia mais de 60 pedras de crack, sem poder negar o que saltava aos olhos dos policiais só restou a Maria Marly ir com os homens da lei à 8ª DIP (Delegacia Interativa de Polícia) e ser autuada em flagrante por tráfico.
        Após ser presa, “Princesa” revelou o nome de seu fornecedor principal, ele deve ser preso dentro de poucas horas. A Polícia Militar tem agido com sucesso na captura dos maus elementos que vendem drogas na cidade, a população cansou-se dos abusos e prejuízos causados por estes meliantes. Alguns moradores da Rua em que tudo ocorreu foram abordados por usuários em busca de droga, por não saberem onde ficava a casa da princesa batiam em outros locais causando pânico e revolta.


        Os materiais apreendidos são: 02 celulares; 02 soluções químicas para o refino; 68 trouxinhas de crack, uma tesoura para o endolamento, dois carretéis de linha azul para o fechamento das embalagens e 1175 reais em dinheiro, possivelmente do pó.
        Após ser ouvida F.L.M. foi liberada para voltar para casa, já que era só uma usuária, porém no dia seguinte a operação terá que comparecer a 8ªDIP para esclarecimentos. O Dr. Teotônio já está de volta e deverá conduzir as investigações de agora em diante. Quem estiver tendo problemas com bocas de fumo próximo de casa pode ligar para: 190 popular telefone da PM e também para o 147 fone da Civil.

Sites de Humaitá favor não copiar esta matéria
Haroldo Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade