Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

"É a parte que te cabe neste latifúndio"



           Na manhã de terça-feira, como estava programado,
uma força policial junto com oficiais de justiça foram até a invasão que fica no fim do Bairro de São Sebastião pertencente ao Dr. Ubiratã e família para procederem a reintegração de posse sob as ordens da lei. Do outro lado da história estavam gente que esperavam a tudo com as caras pintadas de verde e amarelo e que se recusavam a deixar o ambiente.
            No fim da tarde de segunda-feira, 09 de julho, a maioria dos que esperavam o pior no período da manhã de terça estiveram na chácara do prefeito aguardando dele uma solução, eles não foram atendidos e saíram de lá revoltados, alguns estão espalhando na cidade a notícia de que Dedei estaria em sua chácara na tarde do dia anterior e que não atendeu os manifestantes com medo de retaliações, porém estas informações são meras suposições, por enquanto.
            A grande pergunta em questão é que se foi prometido para os manifestantes que uma solução seria tomada, porque esta ainda não aconteceu? É melhor enfrentar o problema de frente e dar uma resposta, mesmo que seja negativa do que protelar ou não dar resposta alguma.
            Alguns dizem que no meio dos sem teto a grande maioria é de gente aproveitadora e outros têm onde morar, porém se houver um só necessitado não compensaria atender a todos, não há instrumentos capazes de filtrar a maioria dos embusteiros? A grande verdade nisto tudo é que estamos chegando num período de decisões e que tudo vai ser usado a favor ou contra, quem já está com o poder não quer lagar o osso, e quem já experimentou o sabor de ser chamado de excelência que rever a majestade perdida e quem ainda não experimentou o sabor do poder quase absoluto pretende alcançá-lo e se possível não largá-lo mais. O que parece que poucos ou quase ninguém quer perceber é que para ser bem sucedido na vida política é necessário fazer mais e melhor sempre e mesmo fazendo ainda correr o risco de levar um não veemente ao fim de tudo, faz parte do jogo.
            Não era necessário que ninguém ficasse sem ter onde morar numa cidade que é maior que duzentos países do mundo, porém se alguém ousar entrar num lugar qualquer e fizer uma casa ou choupana vai se deparar com os donos, que tem seus direitos que devem ser preservados, o que a prefeitura não pode é ver as coisas acontecendo e não fazer nada para mudar.
            Outro lado da questão que também deve ser levada em conta é a situação dos policiais e dos oficiais de justiça, eles têm que obedecer a ordens, muitas vezes sem querer. Na última vez que estive numa reintegração de posse alguns deles até ajudaram moradores a tirar seus pertences, atribuições que eles não precisariam ter feito, entretanto dentro de uma farda também bate um coração humano que sente a dor dos outros.
            Muitos podem aproveitar-se da distribuição de terras e mesmo tendo-as ainda usurpar outros nacos de chão, como evitar tal coisa se alguns grandes latifundiários do Brasil também roubaram grandes extensões de terra para fazerem seus pequenos impérios? No fim de toda esta história triste o que fica é a certeza  de que após tudo isto um pedaço de terra está esperando todos nós a sete palmos abaixo da superfície, esta semente chamada nós apodrece e não dá fruto esta “é a parte que te cabe neste latifúndio”.

Sites de Humaitá favor não copiar esta matéria.

Haroldo Ribeiro
textos destacados: Obra Morte e vida Severina: João Cabral de Melo Neto

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade