Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

sexta-feira, 30 de abril de 2010

EDNAILDA E O ORGULHO DE SER UMA MESTRA DE CATEGORIA E NEGRA



Quando pensamos em agir de forma aguerrida para conquistar e o que está a nossa frente e  insiste em fugir de nós, precisamos de um modelo ideal que nos induza a permanecer no páreo dos vencedores, é aí que lembramos que existem pessoas como a Professora Ednailda Santos, “Uma baiana arretada” que vai fundo em seus ideais.

Dessa vez a professora de fala marcante e inquiridora passou por mais uma etapa na grande prova da existência humana e acadêmica, defendeu e foi aprovada com louvor em seu Mestrado. Como não poderia de ser inaugurou a temática da discriminação do negro no ambiente acadêmico da Universidade com dissertação defendida em 27/04(terça-feira) às 15h : ( Identidades e trajetórias de docentes negra(o)s da UFAM.)

Ednailda simplesmente foi aprovada com unanimidade, pois antes de sua apresentação os únicos que eram defendidos nas teses acadêmicas da Universidade Federal do Amazonas eram os índios. A sábia mestra também ressaltou o significado da palavra denegrir, como poucas e raras vezes alguém ousou em definir.

O termo denegrir também significa tornar negro ou identificar como negro, partindo daí a nova Mestra identificou os que são negros na instituição no entanto não são contados como tal. Fazendo isso Ednaílda possibilitou que as novas falas de negros que vierem a frenquentar o ambiente acadêmico da Ufam no futuro tenham mais facilidade e possam ser encarados com um respeito ainda maior do que o que ela  recebe.

Além de todo o sofrimento imposto por horas e horas de estudo constante pra fazer bonito diante da banca, a professora de Humaitá também enfrentou  recente recuperação do nascimento de mais um herdeiro, além de lidar com o labor da jornada educativa que não permite muitas regalias dada a grande falta de profissionais que cercam os docentes  do campus Humaitá.

Resta parabenizar a mais nova Mestra da Ufam de Humaitá junto com seu marido, o valoroso artista plástico Mazo por mais esta conquista em família.


Haroldo Ribeiro
www.amazontime.com
fotos: blog do juarez


.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade