Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

JOVENS FAZENDO O QUE QUEREM, UM FATO ALARMANTE QUE DESTRÓI VIDAS

Imagens de gente fumando crack, a droga da morte, cada vez mais comum na vida de muitas famílias, o que fazer? Como tudo começou?

O mundo em que vivemos está em constante transformação, entretanto caminhamos no sentido contrário, inverso do que é realmente bom. Quem não levou umas boas palmadas por praticar estripulias quando era pequeno? Os pais agiam com energia quando os filhos saiam da rota ou pulavam fora da faixa, certo que haviam como hoje ainda se vêm os casos extremados de violência, entretanto os bons exemplos eram mais abundantes, tínhamos magníficos pedreiros, marceneiros espetaculares, enfim, bons profissionais, brasileiros de bem que não eram doutores, mas gente de honra e de grande valor.

Hoje a sociedade considera umas palmadas como se fora um ato terrorista. Ao assistir um programa da apresentadora Luciana Gimenez (Super Pop), deparei-me com a protagonista de tal atração condenando veemente mente um determinado participante de seu show que havia dito que deu umas palmadas em seu filho; houve a partir daí uma verdadeira execração pública do tal participante.

Perguntamos perplexos ante a tal atitude. O que temos colhido atualmente em relação a muitos filhos que foram criados desta forma dita como ideal? Adolescentes matam, e matam de forma brutal; sabem que não vão para a cadeia, continuarão a solta, prejudicando a todos, e, as vezes até mesmo matando gente como a Gimenez.
O certo é que o excesso de liberdade dado por certos pais que exageraram na dosagem faz com que se criem verdadeiros monstros, hoje eles pedem um brinquedo que não podemos pagar, amanhã estão atrás de Ferraris e quando não recebem o que pedem ou matam os pais ou saem roubando e matando, afirmando a uma sociedade perplexa que não aceitam ma não como resposta.

Nos sinais de trânsito, nos cantos da praça fumando maconha, craque ou coisa semelhante aí está à prova cabal de que algo tem que ser feito e urgente. Transferir para o estado toda a responsabilidade também não resolve, é necessário que os pais que criam seus filhos, mesmo que de forma não intencional para matar os filhos dos outros sejam responsabilizados por muitas vezes deixarem de repreendê-los quando deviam o que poderia evitar que o mundo de muitas pessoas fosse para sempre cinza e sem brilho. 


Haroldo Ribeiro
www.amazontime.com
foto: www.asdrogas.com


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade