Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Antonhozinho morto e Leonan gravemente ferido


Leonan gravemente ferido, mas ainda vivo

Eles foram transferidos para a Penitenciária
da cidade e provocaram nos demais presos um misto de revolta e indignação.  Os detentos já estavam revoltados por acharem que está havendo um tratamento diferenciado para alguns que têm seus casos julgados por juízes de varas diferentes.
O diretor do sistema penitenciário local pediu a promotora que deixasse os dois detentos na delegacia de policia civil, pois temia pela vida dos mesmos, pois seus crimes foram de grande repercussão na época e traria a memória as atitudes insanas de seus protagonistas. Por envolverem elementos de crueldade extrema como: estupro, assassinato, ação violenta, ocultação de cadáver e segundo alguns laudos, até mesmo violação sexual de um corpo, o diretor tinha razão total em seu prenúncio profético.
Corpo de Antonhozinho sendo retirado
No fim da tarde de terça-feira os presos em fúria tomaram conta dos dois elementos que não tiveram chance de  defender-se.Ao abordarem os dois, em um deles Leonan  vestiram peças femininas e há indícios de extrema violência sexual contra ele. Seu rosto foi completamente desfigurado.
Um dos funcionários do presídio em desespero pediu a ajuda de um motorista que se aproximava do presídio numa Montana preta. Este imediatamente atendeu ao chamado do funcionário e levou Leonan em estado grave para o Hospital Regional de Humaitá, dentro do veículo ele ainda respirava, mas não tinha um completo domínio de suas faculdades mentais.
Antonhozinho não teve a mesma sorte de seu companheiro, que embora tenha sido violentamente atingido, conseguiu resistir e ainda está vivo. Com vários golpes, a maioria na cabeça ele foi retirado da cela em que estava, chegou a ser levado até a frente da instituição, mas não resistiu aos ferimentos.
A ambulância foi acionada para ir retirar o corpo de Antonio Roberto Monteiro (Antoniozinho), de 43 anos, porém o diretor esperou a presença dos delegados,  Dr. Teotônio e Dr. Rafael que no início da noite chegaram à instituição prisional fazendo as medidas de praxe para a liberação do corpo.
O diretor da penitenciária estava visivelmente transtornado com o que aconteceu, embora os dois homens fossem mal vistos pela sociedade, eles estavam sob a responsabilidade do estado que deveria primar pela conservação de suas vidas, entretanto a “justiça” com as próprias mãos, não é justa.
Antonhozinho está na pedra e Leonan luta pela vida no caminho para Porto Velho.


.

Um comentário:

  1. Isso e realmente um absurdo, e naum poderia ter um final pior, oq fizeram cm aquela pobre criança naum se faz cm ninguem, e se fosse cm a filha deles?, eles naum pessaram nisso nau tbm mostro do jeito que são so tem coisa ruim na cabeça, em ves de ir procurar ir trabalhar e se recomendar a Deus, tem e uma mente que nau serve pra nada, so pra fazer o mal as pessos, PARABENS promotora, e as policias de Humaita, mostro tem que ter um fim assim ou pior, pra que esses animais (e nem os animais merecem ser xingados dessa forma)essas aberraçoes sintam na pele tambem o sofrimento ea dor que aquela pobre criança sentiu.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade