Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

sábado, 29 de outubro de 2011

Matou e consolou a família no velório (lições contra um pedófilo)


Gente boazinha,
Uma menina de dez anos, uma vida inteira pela frente
igual a todas as pessoas que passam quase que despercebidos no meio da multidão, este é o perfil de pessoas que podem deixar um marca tão profunda que não é possível de ser removida sem a intervenção dos anos e décadas. É exatamente o que aconteceu com a menor Márcia Constantino, dez anos. Ela estava na Igreja Assembléia de Deus em Maringá num culto comemorativo com mais de mil pessoas participando, enquanto seus pais cultuavam a Deus dentro do templo, do lado de fora a menina brincava com outras crianças, Natanael Búfalo, também um freqüentador da Igreja e conhecido da família atraiu a atenção da menina prometendo um bolo e a levou para sua casa onde abusou sexualmente dela, matando-a por asfixia.


Como foi encontrada

Ele levou o corpo da menina para uma plantação de milho, e ainda abusou do corpo da menina já morta, para não deixar provas do ocorrido ele ateou fogo ao corpo da menor com álcool, nos exames ainda foram constatados que a coluna cervical da menina foi quebrada. Após o culto os pais da menina a procuraram em todos os cantos e começaram a temer pelo pior. No dia 21 de outubro de 2010, a menina foi encontrada numa estrada rural da cidade de Maringá no lado noroeste do estado, o corpo foi achado por um agricultor. O corpo da menina foi periciado e todos os indícios foram colhidos. As autoridades chegaram a Natanael Búfalo pelo fato dele já ter sido condenado por um crime semelhante, quando ele estuprou uma adolescente de 15 anos pelo qual passou mais de quatro anos na prisão, saindo por cumprir parte da pena.
Natanael Búfalo por este ultimo crime foi condenado por um júri popular a quarenta e sete anos de prisão em regime fechado, só deverá sair após vinte seis anos, a família revoltou-se pelo fato dele ser um conhecido de todos, além de já ter sido um membro atuante da Igreja. Este criminoso foi até o velório e consolou a família dizendo que Deus faria justiça e o criminoso seria preso e condenado, o que acabou acontecendo com ele próprio.
O motivo de voltar-se com este crime ocorrido há mais de um ano é alertar as famílias sobre casos semelhantes a estes que ocorrem em todos os cantos do mundo e que geralmente são praticados, ou por pessoas próximas, ou por familiares em noventa por cento dos casos. Não há como saber quem são estas pessoas num simples passar de olhos, é necessário que se evite estar com alguém sozinho, mesmo que este inspire extrema confiança. No caso de Natanael, o fato de já ter sido abusado, segundo ele, quando era criança pode ter potencializado o lado animal.
A jovem garota que sorria no Orkut e que tinha muitos sonhos para sua vida, não vai mais realizá-los, ela teve a inocência e a vida tiradas num só momento, e como disse o próprio assassino e estuprador, só a morte de gente como ele pode resolver o problema, Natanael afirmou que se alguém fizesse tal ato com uma de suas filhas este deveria ser morto. Mortos são todos os seres humanos em sua credulidade quando se deparam com atos como estes vindos de gente que se intitula humano.


 Haroldo Ribeiro

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade