Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Luxo para eles lixo para nós


          
                   Maus brasileiros, gente de índole baixa
que tira do lixo o que os outros pensavam tratar-se de competência administrativa, que fazia com que as confecções produzidas em Pernambuco vendessem que nem água pelo preço baixo praticado, a princípio ainda se fala em material para bolsos importado por apenas um empresário.
                Contêineres vindos dos Estados Unidos, com lixo hospitalar, que lá serviria apenas para descarte, eram enviados para o Brasil onde no pólo industrial de Pernambuco formado por 22 cidades virava tecido de bolso fazendo as roupas mais baratas sob o preço do engano.
                Quem compraria uma peça de roupa sabendo que nela pelo menos uma parte recebeu sangue contaminado, secreções humanas ou foi usado para absorver líquidos nada recomendados? Ninguém.
                O que aconteceu em Pernambuco, é só parou por ser descoberto é rotina diária em várias partes do Brasil, quando alguém vai ao país vizinho buscar droga para fazer render nas bocadas espalhadas por todo território nacional, está vendendo lixo também ao vender um produto duvidoso com uma marca famosa pelo preço de um famoso, lixo está sendo vendido como luxo enfim quando o lucro fala mais alto do que a qualidade tudo se repete num ciclo sem fim onde o resultado final que se quer é o lucro fácil e seguro.
                O grande problema da miséria humana é que os cifrões falam mais alto em quase tudo, o dinheiro substitui o bom caráter, o valor de um indivíduo é medido pelo que ele tem e não pelo que é para galgar o caminho do sucesso e alcançar o glamour da riqueza é necessário, para muitos, anos e anos, e muitas vezes, para a maioria não é atingido. Fazer um caminho mais rápido burlando a dignidade alheia é uma opção viável para esta gente.
                 Os panos de bolso que vinham do lixo aumentaram o peso do bolso dos idealizadores do feito, pelo bolso eles usavam lixo, para eles todos nós somos lixo, mas um lugar sem reciclagem pode esperá-los, pois lixo é pouco para denominar esta gente.
               
               
               Haroldo Ribeiro

Imagem: cidadefm106.com

.
               
               
               
                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade