Amazontime

Amazontime
O maior site de notícias de Humaita - AM
"Deixe seu comentário ao fim das matérias, se preferir poste no mural de recados na parte inferior do site. obrigado!

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

UMA BOA LIÇÃO DE CASA


Humaitá é uma cidade privilegiada, parte dessa glória vem dos bons exemplos dados por muitos de seus moradores, gente guerreira e lutadora, que é o maior preservador da natureza do Brasil.
Assim é a Drª Rose, diretora da UEA local, uma mulher amada pelos alunos do Campus e respeitada por toda a comunidade. No dia 08 de janeiro, começamos a entender o porquê de tanto carinho. Com as mãos na terra Rose estava plantando um canteiro acompanhada por funcionários e alunos, numa clara demonstração de que o bom exemplo é dado quando praticamos o que ensinamos.
Perguntamos à popular diretora quais mudanças benéficas virão para a cidade este ano, ela nos disse que a partir do dia 11 de janeiro, terça-feira, começarão às atividades no curso de Pedagogia indígena; dia 18 iniciam as aulas do 6º período de Educação Física; 08 de fevereiro começa a etapa final para a conclusão de mais duas turmas da universidade: trata-se dos cursos de Matemática e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (TADS).Em março começam as atividades em Ciências Econômicas, mais uma novidade que está agitando os estudantes secundaristas da cidade; em Junho a Plataforma Freire (Dispositivo do Governo Federal, que visa a formação de professores que atuam em outra matéria diferente da que leciona, bem como os que ainda por algum motivo não conseguiram sua formação acadêmica), o Campus da UEA local irá oferecer vagas para Geografia e Pedagogia.
Exemplos como os da diretora da UEA, nos fazem acreditar que ainda há uma chance de apostar nas mudanças que podem vir pelo caminho brilhante da educação.
Segundo nos explicou a Drª Rose, a UEA é dividida em duas categorias: os Núcleos, campus que têm cursos de acordo com a demanda regional, sendo assim sua oferta de cursos está sempre mudando, visando suprir a demanda por novos profissionais e evitar o excesso de mão de obra provocando desemprego aos novos técnicos; a outra é de Centros, eles funcionam como a UFAM, têm cursos fixos e estão sempre oferecendo vagas para determinadas áreas, geralmente as que exigem maiores demandas.
“Gosto da interação com a comunidade, não podemos estar fechados, a universidade tem que colaborar para a melhora da vida das pessoas” (Drª Rose)
Haroldo Ribeiro
www.amazontime.blospot.com

6 comentários:

  1. Primeiramente parabéns pelo blog!
    Li o post, e nessa parte:
    "...trata-se do curso de Matemática e "Técnica", análise e desenvolvimento de sistemas (TADS)..."
    Só por informação o nosso curso TADS é um curso de nível superior!!
    Tá esclarecido.
    Obrigada :-)

    ResponderExcluir
  2. para os esclarecidos como a matéria fala sobre uma instituição de nível superior é obvio que os cursos citados não se trata de cursos de ensino médio.Marta

    ResponderExcluir
  3. Sim, senhora Marta, você tem toda razão! Mas a palavra "técnica" não cabe aí.. Creio que seria "Tecnólogo" querendo se referir ao nome do curso; Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. A insistência nesse assunto é porque muitas pessoas acham que este é um curso técnico,e no seu texto dá a entender deste modo.
    Desculpe o transtorno, é apenas uma observação, não quis ser rude...
    Obrigada mais uma vez.

    ResponderExcluir
  4. Técnico = nível médio
    Tecnológico = nível superior

    Os cursos superiores de tecnologia (graduação tecnológica) popularmente conhecidos como tecnólogos, estão em sintonia com o que há de mais atual no mercado de trabalho. Com duração média de dois anos, essa modalidade de educação universitária tem validade oficial, como os demais cursos superiores (bacharelado ou licenciatura). Por exemplo, com um diploma de tecnólogo é possível fazer pós-graduação em nível de especialização, MBA ou mestrado.

    Os Cursos Superiores Tecnológicos (CST) tem como objetivo formar profissionais aptos a desenvolver de forma plena e inovadora as atividades de um determinado eixo tecnológico e com capacidade de utilizar, desenvolver ou adaptar tecnologias com a compreensão crítica. Estes cursos desenvolvem profissionais de perfis amplos, com capacidade de pensar em forma reflexiva, com autonomia intelectual e sensibilidade ao relacionamento interdisciplinar, que permita aos seus egressos prosseguirem seus estudos em nível de pós-graduação. Em outras palavras o CST alia o conhecimento às necessidades do mercado.

    Como podemos notar ha um erro na citação do curso que na verdade é Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

    ResponderExcluir
  5. Nossa intenção não é denegrir a imagem do curso, já fiz as devidas correções. E a todos que vão se formar, muito sucesso na futura carreira.

    Haroldo Ribeiro

    ResponderExcluir
  6. Obrigada senhor Haroldo!É que o comentário da colega foi meio rude, sei que a sua intenção não foi essa.Gosto muito de blogs e sites regionais, parabéns pelas informações, precisamos de formadores de opiniões firmes e que estejam em prol da comunidade, sem cordialidades políticas! Parabéns a todos da equipe do blog AmazonTime.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade